domingo, 16 de maio de 2010

Zero To..a traição. (Beta version)

Um ano depois tudo tinha voltado ao normal. Zack trabalhava numa empresa de informática, Hanna era professora numa escola de artes. Tudo corria bem, o seu casamento estava para breve, mas por vezes algo ainda moía Zack.
Ele sentia que o vírus não tinha sido totalmente destruído e que estava algo para acontecer brevemente. Mas por outro lado queria apenas acreditar que tudo não passou dum pesadelo. Ele sacudia a cabeça a caminho de casa enquanto conduzia.
-Ugh, as vezes pergunto-me porque é que isto não me sai da cabeça…

Zack chegava a casa com um sorriso. Enquanto estacionava o carro ele olhava para a sua casa. Uma vivenda humilde, com um pequeno jardim na sua frente. Mas algo mexia com ele, então apressou-se a tirar tudo do carro e a tranca-lo. Com uma passada rápida, meteu a chave na porta e abriu-a. Largou tudo no chão e apressou-se para a sala...Nada. Ninguém. Subiu para o quarto deles. Nada de nada.

-Mas que…Hanna?? HANNA??
Ela não respondia…então ele procurou e procurou mas nada. Nem sequer um papel. Achou estranho pois quando ela saia dizia sempre algo.

Sentou-se no sofá e esperou…e esperou…e esperou…Horas passaram e já se via a noite a cair. Então o telemóvel tocou, rapidamente atendeu mas não ouvia ninguém. Começava a ficar enervado e preocupado. Desligou o telemóvel e tentou ligar mas não tinha sinal.

-Mas como é que é possível?
Tentou marcar uma e outra vez os números dos amigos mas nada.
Olhava para a rua e a noite já tinha caído entretanto…algo fazia com que um arrepio subisse pela espinha, estava calma demais a noite.
De repente alguém entra de rompante pela porta, Zack correu para ela e vê um antigo amigo, que agora trabalhava nas intercomunicações entre países e trazia uma mensagem urgente.
O vírus tinha aparecido de novo mas agora tinha um irmão mais novo, uma versão melhorada e mais potente.

Zack não podia acreditar, mas no entanto já estava preparado para tal acontecimento. Mas o seu amigo tinha ainda mais uma informação…Hanna estava no mesmo sitio do vírus. Mais não sabiam…Sem pensar ele foi buscar o seu equipamento. Mas agora com um novo design, deixou o casaco comprido e usa um blusão preto, calças escuras e botas. Passou de uma katana para duas katanas . Voltou para junto do seu amigo e pediu-lhe as informações necessárias para ir rapidamente ao local onde o vírus estava. Sem grandes demoras, o seu amigo já tinha tudo pronto. Um avião privado que rapidamente iria por Zack no local.


……..


Horas depois, Zack encontrava-se no país onde tudo iria se desenrolar. Apertava fortemente o punho da sua katana e seguia em frente…mas que frente iria? Teria de pedir informações, mas os habitantes pareciam um bocado…relutantes quanto a sua presença. Mas no entanto tentou falar com eles. Mas sem grande sucesso. Andou alguns kilometros, mas estava perdido naquela pequena vila. Não sabia para onde ir. Andou mais um pouco e finalmente encontrou um mapa. Rapidamente o começou a estudar, tentou tirar apontamentos e seguiu viagem para a próxima vila, que estava a pouco mais de 20 km de onde se encontrava. E reparou também que havia uma pequena floresta entre elas, mas que apenas seria possível chegar segunda vila através dela.

-O belo do cliché da floresta…bah. Haverão de me pagar argumentistas!

Então Zack seguiu viagem, sem saber o que esperar…por enquanto.



2 comentários:

Chizu disse...

Gostei bastante! continua =D eu sei que já sabes isto, mas é so para nao teres ali "0 comentarios" 8D

Apenas mais um escritor. disse...

Olá.
Li o inicio e gostei, vou ler o resto e no final digo-te o que achei de tudo ok? xD
LOL'




BTW, o meu nome é Hugo. =)